Belo Horizonte, MG 8/2/2022 –

Dados revelam ainda que quantidade de geração solar distribuída triplicou em relação a 2020

A geração de energia solar no Brasil deve registrar um crescimento de 67% em 2021. Dados divulgados pelo Boletim Mensal de Energia, produzido pelo Ministério de Minas e Energia, apontam que a energia solar produzida no país deve chegar a 18 terawatts-hora neste ano, contra 10,7 terawatts-hora produzidos em 2020.

A tendência de investimento em energias mais limpas vem se consolidando, ainda mais após a crise hídrica que atingiu o país este ano, e diminuiu em 10% a produção de energia hidrelétrica, assim, elevando os custos das contas de luz. Segundo dados de outubro do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), os brasileiros tiveram uma alta de 24,97% no valor da energia elétrica.

O uso de energia limpa ganha cada vez mais visibilidade no país. “Além de ajudar o meio ambiente, o sistema de energia solar fotovoltaica reduz a conta de luz em até 15%. O custo dos painéis solares também vem diminuindo”, explica Alysson Barros Paolinelli, Diretor de Operações da AXS Energia.

De acordo com Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), a fonte solar trouxe ao Brasil mais de R$ 60,6 bilhões em novos investimentos, sendo R$ 15,7 bilhões em arrecadação aos cofres públicos e contribuindo para a geração de mais de 360 mil empregos acumulados desde 2012. “Essa é uma opção que traz benefícios para todos os setores. E tem se tornado cada vez mais viável para o brasileiro”, comenta Paolinelli.

Website: http://www.axsenergia.com.br

Deixe o seu comentário